Fazenda de tio de Aécio já foi flagrada com trabalho análogo à escravidão

Oitenta trabalhadores em destilaria da família Tolentino foram resgatados, em 2009, em área ao lado do aeroporto construído por Aécio

23 de julho - 16:37

Redação Entrefatos

 

Múcio Guimarães Tolentino, 88 anos, é tio-avô de Aécio Neves. Ex-prefeito da cidade de Cláudio, no interior de Minas Gerais, é dono da fazenda Santa Isabel, que o governo mineiro, em 2010 – então sob a gestão do sobrinho -, escolheu desapropriar uma parcela para construir um aeroporto a um custo de R$ 14 milhões. Segundo a Folha de S.Paulo publicou, o acesso à pista, embora seja pública, é controlado pela família Tolentino.

 

O caso revelado até agora pela “Folha” já demonstra que Cláudio pode ser um grande problema para a campanha de Aécio Neves, mas a “ficha corrida” da fazenda Santa Isabel e as relações entre os Tolentino e o ex-governador do Estado trazem outros elementos, que rescendem a uma mistura entre o público e o privado e remontam a tristes lembranças da herança escravocrata que ajudou a consolidar relações de poder no estado mineiro.

 

 

Tranquilo: Aécio, ontem (22), quando disse que construção do aeroporto foi legal e usou pareceres de ex-ministros do STF (Foto: OBritoNews)

Tranquilo: Aécio, ontem (22), quando disse que construção do aeroporto foi legal e usou pareceres de ex-ministros do STF (Foto: OBritoNews)

Apoio à família

Em 2005, a Destilaria Alpha, que tinha como representante legal Marcelo de Campos Tolentino, contou com apoio direto do governador para reativar sua atividade industrial de produção de álcool combustível. Consta do Diário Oficial do Estado de Minas, em 28 de setembro de 2005, protocolo de intenções entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais com assinatura do próprio governador Aécio Neves, que previa “viabilizar a reativação da Alpha, de sua unidade industrial localizada no município de Cláudio (MG), destinada à produção de álcool combustível hidratado”.

O documento previa a possibilidade de empréstimos à Destilaria Alpha. O representante legal da empresa foi Marcelo de Campos Tolentino, que embora com telefone e residência na capital Belo Horizonte, tem raízes na cidade de Cláudio. O empresário já contribuiu com campanha eleitoral de Aécio, tendo doado R$ 1 mil na sua primeira eleição para governador, em 2002. Já Marina Tolentino ocupou o cargo de diretora financeira na Alpha Destilaria.

 

Ministério flagra trabalho análogo à escravidão

Quatro anos depois, a mesma empresa que fora reativada com a ajuda do governador, foi flagrada com trabalhadores em situação análoga à escravidão. Fiscalização do MTE resgatou 80 deles nas fazendas Santa Isabel e Santo Antônio. A notícia, à época, não ganhou as manchetes dos jornais.

 

Texto que foi publicado no Diário Oficial de MG em 2005 (Reprodução)

Texto que foi publicado no Diário Oficial de MG em 2005 (Reprodução)

Em junho de 2013, a Alpha passou a figurar no cadastro de empregadores flagrados com mão de obra análoga à de escravo, a chamada “lista suja” do Ministério do Trabalho. Fazer parte dessa lista impede, por exemplo, que empresas contratem empréstimos junto a bancos públicos federais ou que possam fornecer produtos para mais de 400 empresas signatárias do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo, com a Petrobras.

 

 

 

 

 

 

Clique aqui e veja compilação do Repórter Brasil com a “Lista Suja do trabalho escravo”.

 

 

Imagem de satélite mostra onde MP fez fiscalização de trabalho escravo (na seta) e o aeroporto construído com dinheiro público, em cinza (Reprodução/Google)

Imagem de satélite mostra onde MP fez fiscalização de trabalho escravo (na seta) e o aeroporto construído com dinheiro público, em cinza (Reprodução/Google)

Cachaça envelhecida na fazenda da Mata, o “palácio de Versalhes” de Aécio

Nem só de álcool vive o emaranhado político-econômico dos Tolentino. Além de outras atividades que demonstram como Cláudio tem no clã uma de suas famílias mais poderosas (com ex-prefeitos, vereadores, deputados e até um governador no seu histórico de relações com o poder), os Tolentino produzem a cachaça Mingote, que tem como sócio Tancredo Tolentino, filho de Múcio.

Tancredo Tolentino, o “Kedo”, primo de Aécio, foi acusado de integrar uma quadrilha de venda de decisões judiciais, desbaratada pela Polícia Federal em 2011. Foi acusado de formação de quadrilha e corrupção ativa. Apesar de tal retrospecto – ou por conta disso, já que ocupando cargo público poderia ter mais facilidade de enfrentar ações judiciais – Kedo  também já tentou ser candidato a prefeito da cidade, e teve seu registro impugnado.

Outro Tolentino que parece ligado ao negócio de álcool e cana-de-açúcar é Claudio Tolentino, vereador na cidade.  Um telefone em nome da Destilaria Alpha remete a seu escritório.

(Reprodução/www.mingote.com.br)

(Reprodução/www.mingote.com.br)

A cachaça Mingote, cujo nome legal é “Tolentino & Tolentino LTDA.”, já assinou Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público do Trabalho por empregar menores de idade, em 2011.

Segundo divulgado em fóruns e sites do mercado de cachaça artesanal (clique aqui e aqui e veja dois exemplos), a Mingote – ou apenas uma parte de sua produção – é envelhecida na fazenda da Mata, na qual Aécio passa finais de semana e onde mantém o cavalo Ofegante e um fusca azul 1964.

A história da produção em Cláudio começou, segundo os Tolentino informam no site da cachaça Mingote, com um engenho na própria fazenda da Mata, no século XIX quando os irmãos “Quinca Barão” (Joaquim da Silva Guimarães) e Domingos da Silva Guimarães, o “Mingote” deram início à ocupação e desenvolvimento de Cláudio.

 

Aécio na fazenda da Mata (Foto: Reprodução/Instagram)

Aécio na fazenda da Mata (Foto: Reprodução/Instagram)

Leia mais:

* Fazenda da Mata, que Aécio tentou dizer que não é sua, já foi chamada pelo tucano de “meu Palácio de Versalhes”

* Empresa que construiu aeroporto em Cláudio (MG) já doou para campanhas eleitorais de Aécio

* Empreiteiras de programa de aeroportos do governo mineiro já deram mais de R$ 1 mi a campanhas do senador tucano

* Tijolaço: Aécio conquistou fortuna a partir de terras públicas

* PT processa Aécio Neves por peculato e prevaricação

* Na Revista Época: Aécio e a cachaça Mingote

* Aécio Neves mostra pareceres de ex-ministros do STF dizendo que aeroporto em terreno que pertenceu a parente não tem ilegalidade

A pinga da família de Aécio Neves é tradicional, e o senador, ao que tudo indica, um entusiasta.  Ele é um garoto-propaganda da cachaça Mingote, produzida por Tancredo, Múcio e outros Tolentinos. No site da empresa, mostra-se o desvelo com a versão “Governador’, “cachaça não-comercializada, reserva pessoal, estocada em tonel de amendoim e registrada em homenagem ao ex-governador Aécio Neves”. Segundo informam os donos da cachaça Mingote, a versão Governador é usada para “presentear amigos e visitantes de outras regiões e do exterior”, sendo engarrafada “em louça de primeira qualidade”.

Aécio e "Kedo" Tolentino, filho de Múcio, dono da fazenda onde  foi construído aeroporto (Foto: Reprodução/www.mingote.com.br)

Aécio e “Kêdo” Tolentino, filho de Múcio, dono da fazenda onde foi construído aeroporto (Foto: Reprodução/www.mingote.com.br)

Múcio, o “Paca”, tem também a versão em sua homenagem, embora com menos refinamento. “Cachaça com dois anos de descanso em Jequitiba, suave com pouca coloração”, afirma a família Tolentino na descrição do produto.

Há também a versão do Cruzeiro, clube que tinha como presidente Zezé Perrella, aliado de Aécio Neves. Zezé é aquele cuja família teve um helicóptero apreendido com 400 quilos de cocaína em novembro do ano passado.

 

(Reprodução/www.mingote.com.br)

A cachaça Azulzinha, em homenagem ao E.C. Cruzeiro (Reprodução/www.mingote.com.br)

 

 

Escrito por: Redação

Matérias Relacionadas

Screen Shot 2016-04-07 at 11.11.24
Nassif: Lava Jato ignora ligação Andrade-Aécio
Andrade Gutierrez sempre foi considerada a [...]
7 de abril - 11:13
redimensiona
Brasil resgatou mais de mil trabalhadores do trabalho escravo em 2015
Um total de 1.010 pessoas foram retiradas de [...]
28 de janeiro - 10:00

Deixe seu comentário aqui

Comentários

  1. Le Ferraz disse:

    Trabalho escravo debaixo das asas do tucano Aécio Neves, e ele ainda quer ser presidente do Brasil !!! ???

  2. Vamos voltar ao passado? Se vc quer ter escravos e uma casa grande vote no Aético Never.

  3. O povo Brasileiro precisa-se conscientizar de que por muito tempo foram escravos da antiga Arena e agora PSDB, graça ao Lula o povo foi liberto, será que querem voltar a ser wsceavos novamente imitando o povo Hebreu que dpois de libertos das escravidão no Egito queriam voltar? Povo Brasileiro: Abre os olhos!!!!!

  4. O povo Brasileiro precisa-se conscientizar de que por muito tempo foram escravos da antiga Arena e agora PSDB, graça ao Lula o povo foi liberto, será que querem voltar a ser wsceavos novamente imitando o povo Hebreu que dpois de libertos das escravidão no Egito queriam voltar? Povo Brasileiro: Abre os olhos!!!!!

  5. Jade Nonato disse:

    Que engraçado essas denúncias surgirem tanto tempo depois e logo após as pesquisas apontarem a queda da Dilma! O Aécio já explicou tudo. Essas denúncias pra mim está com cara de dossiê pronto pago pelo PT! https://www.youtube.com/watch?v=g2wXd5Ismkk&feature=youtu.be

  6. Entendendo a lógica dos militantes tucanos: se a Folha, Veja, Estadão e Globo faz qualquer reportagem sobre o PT é verídica, mas se esses mesmos jornais falam os podres do PSDB é matéria paga pelo PT. Legal essa lógica tucana.

  7. QUEM VAI FISCALIZAR O GOVERNO QUE ESTA NO PODER? TEMOS QUE PELO MENOS FAZER MUDANÇAS, E CORRER O RISCO, UM CORRUPTO FISCALIZA OU OUTRO CORRUPTO, PELO MENOS VEM A TONA AS BARBARIDADES MAL APROPRIADAS, SUÉRFATURADAS "MUDANÇAS É SAUDAVEL"

  8. Renata Sousa disse:

    Willy Brickner sinceramente você acha que tudo isso está dentro da lógica da sociedade tecnológica em que vivemos hoje? onde um monte de coisas que acontecem do outro lado do mundo chega aqui em minutos??? Por favor né… Se todas essas acusações que estão brotando do nada agora fossem verídicas, já teriam aparecido há muitos anos!!! em pleno século XXI e as pessoas ainda pensam que algo assim estaria escondido esses anos, principalmente considerando as rivalidades políticas, que é claro que nunca perderiam a oportunidade.

  9. Paulo Jung disse:

    Coitadinho do tucaninho ta sendo acusado injustamente !!!!!! Cadeia Nele,

  10. Iria Barradas disse:

    Nós todos fiscalizamos. Quem fiscaliza é o cidadão e encaminha para o Ministério Público que leva para o foro adequado.

  11. Renata Sousa É em época de eleição que os políticos começam a entregar uns os podres dos outros. E ainda chuto que a fonte secreta que denunciou o caso do aeroporto de Claudio foi tucana mesmo. Não se esqueça que dentro do PSDB tem duas aves (uma paulista e uma mineira) que não se bicam. Está aqui o link do governo de Minas sobre a obra do aeroporto, não tem nada de invenção. http://www.deop.mg.gov.br/editais.asp?id=328

  12. Daqui a pouco o PT vai querer ligar o Sarney (aliado da dilma), dirceu e genoino ao Aécio. Esse PT não tem limites.

  13. Jair Cani disse:

    PT vem com tudo para roubar matar e continuar no poder.

  14. Gregório de Sousa disse:

    Renata Sousa , sabe de nada sô…

  15. Tá tão explicado que o MP tá atrás dele. hahahaha

  16. Renata Sousa as fotos do aeroporto na área da fazenda do Tio de Aécio e próximo 6 km de outra fazenda da família, a chave do aeroporto em sua posse,misturando o público com o privado você que mais o que . PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER ENXERGAR.

  17. pelo visto você vive um mundo a parte onde os jornais falam mal do PSDB isso vem a tona agora porque ele quer um cargo maior o pais isso nunca

  18. Jade Nonato disse:

    Willy Brickner, então me explica: antes a Folha era considerada "PIG" agora é uma fonte super confiavel né? que coisa hein… http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2014/07/materia-mentirosa-da-folha-contra-aecio.html?spref=twface

  19. Renata Sousa , acho que o pior cego é aquele que não quer ver!

  20. Simone Hugolino disse:

    Renata Sousa ,kkkk é mesmo não me diga!

  21. Papelão disse:

    Renata Sousa Vc por acaso ficou sabendo que o seu candidato Aécim ja bateu na ex namorada numa festa da Calvin Klein? Nao passou na tv, vc nao deve saber… se a gente for enumerar tudo que ja postamos sobre este sujeito, vc vai dizer que é dossi~e pago pelo PT… Faça melhor, investigue vc mesma o seu candidato e faça valer a dignidade, esqueça o PT, o assunto aqui é o Aécim, homem de ben$.

  22. Papelão disse:

    Antonio Visintainer Lemes vc deve esquecer, mas vc pode achar no google caso a sua memoria nao traz a tona… mas FHC proibiu a policia Federal de investigar seu governo e a primeira coisa, PRIMEIRA açao do LULA foi liberar a policia par investigar o Governo… aproveita e faça o comparativo das investigaçoes e prisoes dos 2 governos, vc vera que esta dizendo besteiras em caixa alta ainda.

  23. Joao Ribett disse:

    Renata Sousa Essas denúncias foram feitas pelo Ministério do Trabalho. Veja aí: A construção de um aeroporto em Cláudio (MG) não é o único estorvo envolvendo a propriedade rural da família do senador Aécio Neves, candidato à Presidência. Em outubro de 2009, uma inspeção de auditores fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego, com a presença do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Federal, encontrou 80 trabalhadores que cortavam cana para uma destilaria da região, sob responsabilidade da família Tolentino (a mesma da avó materna de Aécio), trabalhando em regime análogo ao da escravidão. Destes, 39 estavam na fazenda Santa Izabel, pertencente a mesma família e localizada, hoje, ao lado da área desapropriada para o aeroporto.

    Por conta dessa fiscalização, que também encontrou trabalhadores em outra fazenda, a Santo Antônio, a Destilaria Alpha Ltda, foi responsabilizada pela situação e inserida no cadastro de empregadores flagrados com mão de obra análoga à de escravo em junho do ano passado – a chamada “lista suja''. A relação, mantida pelo Ministério do Trabalho e Emprego e pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é utilizada por bancos públicos e privados e empresas nacionais e estrangeiras para evitar negócios. a propriedade rural da família do senador Aécio Neves, candidato à Presidência. Em outubro de 2009, uma inspeção de auditores fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego, com a presença do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Federal, encontrou 80 trabalhadores que cortavam cana para uma destilaria da região, sob responsabilidade da família Tolentino (a mesma da avó materna de Aécio), trabalhando em regime análogo ao da escravidão. Destes, 39 estavam na fazenda Santa Izabel, pertencente a mesma família e localizada, hoje, ao lado da área desapropriada para o aeroporto.
    CAI FORA, Aécio Never!

  24. Tulipa Mag disse:

    #Dilma13pelaReformaPolítica

  25. Kla Vines disse:

    É mesmo muito engraçado. Depois de algum tempo qualquer bandido por pior que seja vira santo, principalmente se estiver sob o manto sagrado do PSDB.

  26. Kla Vines disse:

    É, nem pra deixar o PSDB voltar pra roubar, neh?

  27. Sérgio Melo disse:

    É brincadeira. Agora é acusar sem provas? Virou festa? Agora mesmo vão dizer que o Tio dele começou sozinho a Segunda Guerra Mundial